Automedicação e descarte inadequado de Medicamentos

Autores

  • Flaviana de Jesus Coelho
  • Roger Sejas Arzabe
  • Angélica Cândida Ferreira
  • Arlete Tavares Buchardt
  • Ivson Lelis Gama
  • Lizandra Carla Pereira de Oliveira
  • Raquel Kummer

Resumo

Resumo: O consumo de medicamentos sem receita médica, é uma realidade comum entre a população, cada vez mais se utiliza medicação através de pesquisas no google, site que se tornou quase um Deus entre as pessoas, onde tudo que buscam fazem uma pesquisa no google, mas se tratando de saúde é necessário prescrição para uso correto do medicamento. A automedicação é o uso do medicamento sem a devida prescrição médica, onde o paciente é quem decide qual fármaco vai usar, para tal sintoma e acontece em várias faixas etárias da população. Devido a esse uso irracional do medicamento, ocorre o descarte inadequado do mesmo. O objetivo deste trabalho foi promover um levantamento, buscou-se avaliar se a população sabe os perigos da automedicação para saúde e o meio ambiente, em relação ao seu descarte correto, relacionando quais principais medicamentos utilizados sem receita; faixa etária que mais se automedica; estudo realizadoem uma amostra de 50 pessoas, através de um questionário com perguntas abertas e fechadas, usando a ferramenta Google Docs. Esse trabalho mostrou que 72% dos participantes faz automedicação e 80% faz descarte inadequado de medicamentos, o que leva a contaminação do meio ambiente, prejudicando a saúde pública.

Downloads

Publicado

2021-06-01